Saúde


das pernas

Saia do sedentarismo! Conheça 10 atividades recomendadas para as pessoas que sofrem com a sensação de pernas cansadas.

2 de Maio de 2019

Segundo a Organização Mundial de Saúde (OMS), um em cada 4 adultos não pode ser considerado praticante de atividade física. A pesquisa, que contemplou todas as regiões do mundo, também apontou que a América Latina concentra o maior índice de pessoas que não praticam atividade física suficiente para se manter saudável e o Brasil lidera a lista, com 47% da população considerada sedentária.

Parece realmente preocupante que quase a metade da população brasileira seja sedentária, certo? Pois o quadro pode ser ainda mais agravante para quem sofre da doença venosa crônica (DVC). E isso pode ocorrer porque o sedentarismo, entre os portadores da doença, pode ter a ver com alguns mitos, especialmente relacionando o esporte às varizes. Mas, pode acreditar: a falta de atividade física é ainda mais prejudicial para a saúde das pernas. Movimentar-se é fundamental para garantir mais saúde, energia, força e melhora na circulação sanguínea dos membros inferiores.

Preparamos dez atividades que são mais adequadas para quem sofre com os sintomas da DVC, com algumas dicas e observações.
Saia do sedentarismo! Evite as desculpas e faça uma atividade física que combina com o seu estilo de vida.

Caminhada

Sair para uma caminhada é um exercício bastante democrático e um dos preferidos pelos brasileiros. Além de ser uma atividade de baixo impacto, ela ajuda a combater o stress do dia a dia e ainda gasta calorias. Seja ao ar livre, seja na esteira da academia, a caminhada é sempre uma escolha muito saudável. Durante a prática, escolha o tênis apropriado e roupas confortáveis.

Corrida

Para quem curte exercícios de maior impacto, a corrida pode ser uma boa opção. Antes de iniciar, é fundamental escolher o calçado mais apropriado, de preferência mais adequado à pisada e com amortecimento. E também selecionar roupas confortáveis para a prática do esporte. Por ser considerado um exercício de maior impacto, procure um médico ou profissional de educação física para orientações mais direcionadas. Respeite os seus limites para que assim, possa superá-los depois.

Ciclismo

Passear de bike pela cidade é uma atividade extremamente prazerosa. Você admira a paisagem, sente o vento no rosto e aproveita para fazer uma atividade física para melhorar sua saúde e bem-estar. A bicicleta também pode ser utilizada como meio de locomoção e transporte – considerado ainda limpo e sustentável. Só vantagem para os adeptos ao ciclismo. A utilização do calçado adequado e de roupas confortáveis é fundamental. Evite a exposição ao sol nas horas mais quentes, pois o calor pode causar inchaço nos membros inferiores.

Musculação

Engana-se quem pensa que a prática de musculação deve ser proibida ou evitada por quem sofre da DVC. O que acontece, na verdade, é que se deve prestar mais atenção às cargas (que não devem ser altas) e à postura durante o exercício. A musculação, especialmente os exercícios para a panturrilha, são ótimos para comprimir os músculos dos membros inferiores, ajudando assim, a melhorar a circulação venosa. Sempre procure um profissional adequado para montar o melhor treino e para te orientar durante a malhação. Sem exageros, combinado?

Natação

A natação é um exercício completo. Exercita todo o corpo e ainda possui baixo impacto sobre as articulações. Ficar na água é também uma forma de relaxar e aproveitar o tempo. Quem sofre com os sintomas da DVC deve evitar a piscina aquecida, porque a água quente pode causar uma vasodilatação. E para quem deseja gastar ainda mais calorias, a hidroginástica é uma opção interessante.

Ginástica funcional

O exercício funcional costuma utilizar-se apenas do peso do corpo ou de cargas mais leves com atividades mais direcionadas a determinados grupos musculares. Outra vantagem é um acompanhamento mais próximo por um professor para a perfeita execução dos movimentos. Quem sofre com a DVC deve tomar cuidado com o excesso de cargas e com os exercícios de alto impacto. Sempre peça orientação.

Dança

Além de promover bem-estar e gasto calórico, a dança traz o contato com a música e com os colegas de turma, o que pode ajudar a aliviar o stress com muita diversão. A dança também exige bastante concentração e ritmo para acompanhar os passos. Mas, são vários tipos e estilos: zumba, forró, dança do ventre, street dance, charme e outros. Em dúvida sobre as opções? Faça uma aula experimental.

Alongamento

O alongamento tanto pode ser feito antes das atividades físicas, quanto como uma prática de relaxamento. Alongar os músculos e articulações é fundamental para garantir mais flexibilidade e aliviar as tensões. É bastante recomendado por ser uma atividade de baixo impacto, mas deve ser bem acompanhada para não causar lesões.

Yoga

Uma atividade milenar que tem ganhado espaço nas últimas décadas é a Yoga. Ela traz inúmeros benefícios para o corpo e para a mente, como flexibilidade, controle da respiração, melhora na postura, facilita a circulação sanguínea, melhora o equilíbrio e é uma prática muito relaxante. Quem prefere atividades mais focadas e tranquilas, deve experimentar a Yoga.
Aproveite essas dicas para começar a fazer uma atividade física e melhorar a saúde das suas pernas e, consequentemente, melhorar a sua qualidade de vida. Se persistirem os sintomas, consulte o médico para que ele possa indicar o tratamento mais adequado.

Conhece alguém que está precisando de dicas como essa? Compartilhe!

Fontes:
http://agenciabrasil.ebc.com.br/internacional/noticia/2018-09/america-latina-tem-maior-indice-de-sedentarios-brasil-lidera
https://g1.globo.com/bemestar/noticia/um-em-cada-4-adultos-e-sedentario-ou-nao-pratica-suficiente-atividade-fisica-diz-oms.ghtml
https://saude.ig.com.br/minhasaude/2016-03-03/aposte-na-atividade-fisica-para-evitar-varizes-veja-os-melhores-exercicios.html
https://www.drmarcelobdalio.com.br/para-sua-saude/varizes-e-esportes
http://www.scielo.br/pdf/jvb/v15n1/1677-5449-jvb-15-1-34.pdf
http://www.scielo.br/pdf/fm/v24n1/v24n1a17.pdf

42 benefícios do Yoga para o corpo e para a mente

Últimas Publicações

Quais são os principais cuidados com a alimentação para melhorar a circulação e evitar inchaço e dores nas pernas?

Os benefícios terapêuticos da massagem.